15/12/2017

07:57

Agroceres PIC promove seminário com foco em eficiência e produtividade na suinocultura

A Agroceres PIC e a Cooper A1 promoveram, na última terça-feira (12), mais uma edição de seu Seminário Técnico. Realizado na cidade de Iporã do Oeste (SC), o 15º Seminário Técnico Cooper AI e Agroceres PIC, reuniu cerca de 180 participantes, entre suinocultores e profissionais técnicos da cooperativa catarinense.

Com o tema “Eficiência e Resultado”, o foco central do evento foi discutir as principais tendências que vêm influenciando a suinocultura, avaliar seus impactos nos sistemas de produção e, principalmente, apresentar ações, ferramentas e inovações tecnológicas capazes de ampliar a competitividade na atividade suinícola.

“A Agroceres PIC e a Cooperativa A1 mantêm uma parceria sólida e estreita há mais de 15 anos. Além de fornecer matrizes e reprodutores com tecnologia de ponta, temos o compromisso de auxiliá-los a explorar o máximo potencial dos recursos empregados na produção. E, para isso, mantemos um constante apoio técnico nas áreas de produção, sanidade e gestão”, afirma Ariberto Cella, Coordenador Regional de Vendas da Agroceres PIC. “Este evento anual faz parte dessa proposta, pois é um ambiente tradicional de interação com os produtores da Cooper A1 e nos permite apresentar informações técnicas e inovações tecnológicas com potencial para ajuda-los a elevar seus resultados produtivos e econômicos no campo”, completa Cella.

Programação focada em resultados – De caráter técnico e com enfoque voltado ao sistema produtivo da cooperativa catarinense, a programação desta edição do seminário contou com quatro palestras. “Explorando o Máximo Potencial de uma Unidade Produtora de Leitões” foi o tema abordado por José Henrique Piva, Diretor de Serviços Técnicos da PIC-USA, na primeira apresentação. Durante sua palestra, Piva revisou, um a um, o conjunto de operações e manejos realizados no dia a dia das UPLs, apresentando as últimas novidades e recomendações técnicas para que os produtores possam obter o máximo desempenho zootécnico dos animais nessa fase.

Na sequência, Paulo Costacurta, Gerente de Suinocultura da Cooper A1 fez uma análise da dos resultados e da evolução da produção de suínos na cooperativa. Na terceira apresentação, Carlos Dal Piva, Médico Veterinário da Cooper A1 apresentou os cases de sucesso na Cooperativa A1.

Atividade tradicional – O Presidente da Cooper A1, Elio Casarin, avaliou como muito positiva e necessária a realização do encontro. “O Seminário Técnico é uma atividade tradicional e a cada edição reforça sua importância como espaço para a capacitação técnica de nossos suinocultores”, afirma. “Todos os anos os produtores aguardam com ansiedade pela realização do encontro porque sabem que a cada edição vão receber informações valiosas para a melhoria dos seus resultados produtivos. Neste ano tivemos a participação do Piva [José Henrique Piva, Diretor de Produção da PIC-USA], técnico de renome internacional e que trouxe novas ideias, orientações técnicas e informações atualizadas sobre a atividade que são muito úteis no dia a dia da granja. É desse suporte que nosso produtor precisa”, avalia Casarin.

Segundo o Presidente da Cooper A1, além de atualização técnica, o seminário também é uma oportunidade para fortalecer o entrosamento entre os suinocultores e sua integração com a equipe da PIC. “Temos uma parceria muito sólida com a Agroceres PIC. Esse tipo de atividade faz parte da assistência técnico-gerencial que eles nos prestam e tem sido fundamental para a evolução dos resultados produtivos de nossa suinocultura, tanto no campo quanto na indústria”, conclui Casarin.

Potência suinícola – Com sede administrativa central em Palmitos, a Cooper A1 atua em 16 municípios da região oeste de Santa Catarina. É a segunda maior cooperativa do Estado dentro do setor agropecuário, com cerca de nove mil associados e 1.195 funcionários. Dentre seus cooperados, 91% deles pertencem à agricultura familiar. A suinocultura é uma das principais atividades socioeconômicas da Cooper A1. Em parceria com a Cooperativa Central Aurora Alimentos, seus suinocultores integrados entregam uma média de 6 mil toneladas de suínos por mês.

Deixe seu comentário

Economia